Emprego

Buscadores de vagas e Agregadores de Vagas mais conhecidos

buscadores de vagas e agregadores de vagas

Buscadores de vagas e agregadores de vagas atualmente são as melhores opções para encontrar vagas no Brasil e no mundo, você sabia disso?

Listar buscadores de vagas e agregadores de vagas

Os seguintes buscadores de vagas e agregadores de vagas são classificados como motores de busca de empregos e também são conhecidos na indústria como agregadores de empregos.

Encontrando o Agregador e Motor de Busca de Emprego Certo

Existem inúmeros sites de empregos e, além das ofertas de emprego, muitos desses tipos de sites também oferecem aos candidatos outras ferramentas para ajudá-los em seu processo de procura de emprego. 

Eles podem incluir postagens de blog sobre vários tópicos relacionados ao trabalho, como fazer vídeos, avaliações de empregadores em potencial com base nas avaliações de funcionários anteriores e atuais, oportunidades de networking e assim por diante. Alguns deles são específicos da indústria, enquanto outros são uma captura para tudo e qualquer coisa. 

Há muitos por aí que oferecem coisas diferentes e, portanto, às vezes é difícil encontrar aquele que melhor se adapta às necessidades específicas de procura de emprego de um indivíduo.

  • Indeed – atualmente o fato é o site de busca de empregos nº 1 por aí. Em muitos casos, é um dos mais fáceis de usar e pula muito do cotão. Você pode pesquisar por localização, palavra-chave ou ambos. É bastante fácil diferenciar as postagens pagas das outras. Ao contrário de sites semelhantes do passado, quando disponível, o Even irá vinculá-lo diretamente ao anúncio de emprego do possível empregador em seu próprio site. Na verdade, é muito fácil para quem procura emprego móvel.
  • LinkUp – afirma ser um dos motores de busca de empregos mais puros que existem e em toda a realidade é. Funciona de forma muito semelhante ao Even, mas indexa listas de empregos diretamente dos sites de carreiras da empresa em comparação com outras listas de empregos.
  • LinkedIn – Este site tem uma abordagem de plataforma de mídia social. Ele permite que candidatos em potencial façam contatos, postem currículos e outros conteúdos, bem como procurem empregos. ele puxará o conteúdo e as publicações de pesquisa de empregos, embora apresente, em primeiro lugar, suas listas de empregos pagos.
  • StartJobs – Este site facilita a busca de empregos por cidade, categoria e universidade. A aparência é fresca e fácil de usar. O site carrega em um ritmo rápido.
  • Mea Vagas – É um agregador de vagas inovador, pois é 100% brasileiro e tem uma visão do mercado brasileiro. Não faz qualquer tipo de cobrança para empresa ou candidato, facilitando assim o encontro dos dois. Também é interessante o fato de não precisa fazer cadastro no site.
  • JustJobs – Embora tenha o mesmo tipo de função de busca de emprego que muitos dos outros sites, também oferece páginas de perfil para empregadores, bem como muitas outras ferramentas para os candidatos se tornarem mais comercializáveis.
  • Trovit – Este site busca anúncios classificados de todo o país para vagas de emprego além de imóveis, veículos e aluguéis.
  • Glassdoor – tem muitas ofertas diferentes, mas um dos itens que diferenciam o Glassdoor é o foco na classificação de possíveis empregadores. Os funcionários antigos e atuais podem compartilhar e avaliar sua experiência, benefícios oferecidos, salário e assim por diante, no esforço de permitir que os futuros candidatos saibam o que esperar de uma função ou empresa específica.
  • jobs – Administrado pela National Labour Exchange, este site não apresenta “intermediários”. Também oferece diversos recursos para candidatos à procura de emprego.
  • Jobrapido – O slogan deste site afirma “você pode realmente encontrar em um só lugar todos os empregos
  • Google Jobs – O Google lançou também seu portal de vagas, que na verdade não é um portal, mas um esquema (schema) de dados estruturados para que as empresas tenha suas vagas indexadas.
  • Jooble – É um agregador vindo da Ucrânia, com crescimento rápido aqui no Brasil. Tem inúmeras parcerias com empresas de vagas e tem sido uma boa opção para sua pesquisa de empregos.

É importante observar que os anúncios de empregos têm sofrido nos últimos anos devido aos robôs dos mecanismos de pesquisa que penalizam sites que publicam conteúdo que também foi publicado em diferentes locais da web, o que inclui painéis de empregos.

Esse é um dos principais motivos pelos quais os painéis de empregos migraram para sites de buscadores de vagas e agregadores de vagas como os que você vê abaixo como uma fonte de tráfego de candidato qualificado. Este é também o motivo pelo qual os anúncios de empregos estão animados com a nova API Cloud Job do Googleuma vez que oferece maneiras de as vagas de empregos e agregadores serem apresentadas de forma diferente nos resultados da pesquisa e, assim, aumentar a probabilidade de os candidatos clicarem, selecionarem e se candidatarem a anúncios de empregos deles em comparação com os sites tradicionais de carreiras. Houve muitos rumores ao longo do ano sobre a entrada do Google na indústria de empregos e este anúncio coloca alguns desses rumores de lado, pelo menos temporariamente.

Os agregadores de quadros de empregos geram receita sendo pagos por quadros de empregos por indicações de empregos, bem como pelo empregador que paga por anúncios de empregos patrocinados ou semelhantes ao Google Adwords. Os candidatos a empregos, assim como os usuários de mecanismos de pesquisa da Internet, na maioria das vezes clicam nos resultados nas primeiras 1-2 páginas, o que torna extremamente importante que as equipes de aquisição de talentos, bem como as agências de recrutamento, tenham seus recursos de empregos primeiro quando os candidatos procuram empregos.

Posts relacionados

Como acompanhar depois de enviar um currículo para emprego

O que é Trabalho remoto e flexível? Como solicitar para seu gestor

Equipe Líder & Gestão

MAIS DE 120 HABILIDADES PESSOAIS QUE SE BUSCA EM 2020