Carreira Emprego organização

Qual foi seu momento mais “isso é desvio de função” no trabalho?

Qual foi seu momento mais isso é desvio de função no trabalho

Nos últimos anos, a frase “isso é desvio de função no trabalho” tem sido uma das frases mais comuns que ouço. Imagine você, ser contratado para uma determinada tarefa, ter estudado para isso e, ao final, ter que realizar vários trabalhos diferentes.

Em qualquer versão de emprego que houver, isso é sempre ruim, ainda mais se vier carregado de surpresas, de desorganização por parte da empresa e de enganos, não é mesmo?

Veja o que diz a CLT sobre desvio de função:

“Nos contratos individuais de trabalho só é lícita a alteração das respectivas condições por mútuo consentimento, e ainda assim desde que não resultem, direta ou indiretamente, prejuízos ao empregado, sob pena de nulidade da cláusula infringente desta garantia”. (Art. 468)

Lembrando que o desvio pode ser tanto para o colaborador efetivo quanto para o temporário, não faz diferença na legislação.

E isso aconteceu comigo uma vez quando era da área de TI de uma empresa.

Como você deve saber, todo aparelho que tem lâmpada, uma pequena luz verde ou vermelha que seja, as pessoas chamam o pessoal da informática para resolver, é um fenômeno mundial esse comportamento.

Bem, quando eu estava dando um treinamento sobre o nosso sistema para alguns colaboradores da empresa, repentinamente o ar condicionado do lugar fez um barulho enorme, começou a vazar água e houve muita correria pelos corredores.

Como não era comigo, continuei meu treinamento, mas não tardou para que um grupo de pessoas entrasse em minha sala indagando o porquê de eu não ter ido arrumar o ar condicionado até aquele momento.

Parecia uma piada ter ouvido aquilo, mas as pessoas estavam realmente indignadas comigo e, para tentar amenizar a situação, liguei para meu gestor e o mesmo solicitou que, se eu fosse capaz, que consertasse o ar condicionado da empresa.

Pode parecer algo natural também para você leitor, mas seria a mesma coisa que pedir para um advogado fazer uma cirurgia de coração em alguém, mas como o ar condicionado tinha algumas luzes vermelhas e verdes, entenderam que seria a minha responsabilidade.

Por fim, eu verifiquei que apenas havia se rompido uma braçadeira que segurava um cano e, ajustando isso, liguei novamente o sistema de ar e tudo voltou a funcionar. Bem, mas então começou o meu martírio, pois o telefone dava problemas, me chamavam porque eu sabia consertar isso. Dava problemas em câmeras, me chamavam porque eu poderia consertar aquilo…

Por fim, até o dia da minha saída na empresa, ainda tive que ajustar um monitor de led, uma máquina de café e criar mais 2 ramais na central telefônica.

Eu poderia processar a empresa? Claro que sim, mas como nosso relacionamento era ótimo e eu nunca fui efetivamente cobrado por meus gestores para fazer repetidamente estas tarefas, achei por bem deixar assim, até mesmo porque eu acabei gostando de aprender sobre estas áreas.

Mas esta foi minha experiência, porém, sei de vários desvios de função que não acabaram bem, ou para a empresa ou para o colaborador, e isso de uma forma ou de outra é um problema.

Mas por que isso acontece?

Bem, existem 2 motivos básicos para o desvio de função:

  1. A empresa não tem definido pelo sistema de cargos e salários, a descrição exata do que faz cada cargo, isto é, não é claro e definido o que cada pessoa fará na empresa após ser contratada. A diretriz básica é informada, mas não delimita as funções.
  2. A empresa é muito desorganizada e autoritária, e nestes casos, ai de quem não cumprir as tarefas dadas, mesmo que não seja função do colaborador. 

Em um passado não muito distante, foi comum ver vendedores fazendo o trabalho de higienização das lojas, pessoal do financeiro fazer papel de vendedor, doméstica virar babá e muitos outros casos bem, e entenda o meu “bem”: casos bem bizarros e diferentes.

Em ambos os casos acima, a lei pode e deve ser aplicada sempre que o colaborador se sentir prejudicado.

E com você? Qual foi o seu momento mais “isso é desvio de função” no trabalho?

Posts relacionados

O que é Trabalho remoto e flexível? Como solicitar para seu gestor

Fiquei desempregado: o que fazer enquanto não consigo um emprego

Fábio Vieira

O que fazer quando eu sei mais que meu chefe? Sabe a resposta?

Deixe um comentário