Carreira Emprego Gerações

Você leva sua fé no trabalho? Isso pode ser bom ou ruim…

Você leva sua fé no trabalho

Você leva sua fé para o trabalho? Você pensa em como sua fé pode ajudar no trabalho e nas suas rotinas? E já pensou também até que ponto isso tem sido saudável ou tóxico para você e para os demais à sua volta?

Em primeiro lugar, independente da fé que qualquer um possa ter, ela é sempre saudável, acredite. Dificilmente vemos alguma religião que tem em seu intuito o mal do próximo, claro, vimos pessoas que distorcem a fé, sem dúvida, mas em geral não querem o mal dos outros.

Uma pessoa que leva a fé para o trabalho, geralmente pede pelo bem dos seus colegas, pela prosperidade da sua empresa, para que possa ser um bom testemunho para os seus colegas, não é isso mesmo?

Sem dizer que, em momentos difíceis para si, como momentos de pressão, intrigas e outras situações difíceis, a fé ajuda para que haja paz no coração, tranquilidade na mente e atitudes positivas para com os demais, isso tudo é de uma riqueza sem fim, acredite!

No entanto, é preciso controlar alguns impulsos que às vezes podem trazer mais discórdia do que paz no ambiente, que é quando se leva a fé para o trabalho.

Pontos positivos de se levar a fé para o trabalho:

  1. Mais paz para resolução de problemas
  2. Boas palavras de conforto para poder auxiliar colegas com problemas pessoais
  3. Auxílio para resolver problemas no trabalho, como concentração ao meditar sobre o assunto. 
  4. Cura da alma para ofensas no trabalho. A meditação e oração comprovadamente auxiliam na cura de questões psicológicas.
  5. Deixamos de ver o colega como inimigo
  6. Olhamos todas as questões por um prisma mais positivo da vida
  7. Desejamos o bem para nossos gestores, empresas e colegas

Pontos negativos de se levar a fé para o trabalho:

  1. O maior problema que vejo é julgar as pessoas conforme a minha crença pessoal. Aliás, quem julga os outros geralmente não compreendeu bem nem a sua religião.
  2. Querer converter as pessoas à força ao invés de dar testemunho em sua própria vida.
  3. Deixar de lado seus afazeres para permanecer em meditações, orações e leituras religiosas (seja qual for sua fé).
  4. Inserir símbolos religiosos em lugares da sua empresa, sobre sua mesa ou deixar literaturas espalhadas pela empresa sem prévia permissão ou sem o bom senso diante dos colegas, trazendo constrangimento para todos e desrespeitando quem não possui a mesma crença.
  5. Criticar a crença dos demais.

Sendo assim, levar a fé para o trabalho é algo sempre muito bom, mas os 6 pontos negativos que vimos acima, são pontos que podem estragar todo o ambiente de trabalho, a compreensão da sua fé e também pode custar seu próprio emprego.

Sendo assim, pelas experiências que a vida nos dá, sempre que houver bom senso, haverá paz e tranquilidade até no ambiente de trabalho e, posso te assegurar que sua caminhada e o respeito pela sua fé crescerá cada vez mais.

Independente da fé religiosa, eu gosto muito do que disse o Papa Francisco:

Durante um discurso de 18 de maio de 2013:

“O mundo de hoje precisa muito de testemunhas. … Não se trata tanto de falar, mas de falar com toda a nossa vida: viver consistentemente, a própria consistência de nossas vidas! ”

E como tem sido com você? Tem sofrido preconceitos? Tem reagido como ao levar sua fé no trabalho?

Compartilhe conosco.

Posts relacionados

Quais as maiores desculpas que são feitas no trabalho? Você já usou alguma delas?

Equipe Líder & Gestão

Saiba o porquê todo mundo sobe no trabalho, menos você.

Qual foi o seu primeiro emprego e o que aprendeu da vida com ele?

Equipe Líder & Gestão