Carreira Emprego Gerações

Você leva sua fé no trabalho? Isso pode ser bom ou ruim…

Você leva sua fé no trabalho

Você leva sua fé para o trabalho? Você pensa em como sua fé pode ajudar no trabalho e nas suas rotinas? E já pensou também até que ponto isso tem sido saudável ou tóxico para você e para os demais à sua volta?

Em primeiro lugar, independente da fé que qualquer um possa ter, ela é sempre saudável, acredite. Dificilmente vemos alguma religião que tem em seu intuito o mal do próximo, claro, vimos pessoas que distorcem a fé, sem dúvida, mas em geral não querem o mal dos outros.

Uma pessoa que leva a fé para o trabalho, geralmente pede pelo bem dos seus colegas, pela prosperidade da sua empresa, para que possa ser um bom testemunho para os seus colegas, não é isso mesmo?

Sem dizer que, em momentos difíceis para si, como momentos de pressão, intrigas e outras situações difíceis, a fé ajuda para que haja paz no coração, tranquilidade na mente e atitudes positivas para com os demais, isso tudo é de uma riqueza sem fim, acredite!

No entanto, é preciso controlar alguns impulsos que às vezes podem trazer mais discórdia do que paz no ambiente, que é quando se leva a fé para o trabalho.

Pontos positivos de se levar a fé para o trabalho:

  1. Mais paz para resolução de problemas
  2. Boas palavras de conforto para poder auxiliar colegas com problemas pessoais
  3. Auxílio para resolver problemas no trabalho, como concentração ao meditar sobre o assunto. 
  4. Cura da alma para ofensas no trabalho. A meditação e oração comprovadamente auxiliam na cura de questões psicológicas.
  5. Deixamos de ver o colega como inimigo
  6. Olhamos todas as questões por um prisma mais positivo da vida
  7. Desejamos o bem para nossos gestores, empresas e colegas

Pontos negativos de se levar a fé para o trabalho:

  1. O maior problema que vejo é julgar as pessoas conforme a minha crença pessoal. Aliás, quem julga os outros geralmente não compreendeu bem nem a sua religião.
  2. Querer converter as pessoas à força ao invés de dar testemunho em sua própria vida.
  3. Deixar de lado seus afazeres para permanecer em meditações, orações e leituras religiosas (seja qual for sua fé).
  4. Inserir símbolos religiosos em lugares da sua empresa, sobre sua mesa ou deixar literaturas espalhadas pela empresa sem prévia permissão ou sem o bom senso diante dos colegas, trazendo constrangimento para todos e desrespeitando quem não possui a mesma crença.
  5. Criticar a crença dos demais.

Sendo assim, levar a fé para o trabalho é algo sempre muito bom, mas os 6 pontos negativos que vimos acima, são pontos que podem estragar todo o ambiente de trabalho, a compreensão da sua fé e também pode custar seu próprio emprego.

Sendo assim, pelas experiências que a vida nos dá, sempre que houver bom senso, haverá paz e tranquilidade até no ambiente de trabalho e, posso te assegurar que sua caminhada e o respeito pela sua fé crescerá cada vez mais.

Independente da fé religiosa, eu gosto muito do que disse o Papa Francisco:

Durante um discurso de 18 de maio de 2013:

“O mundo de hoje precisa muito de testemunhas. … Não se trata tanto de falar, mas de falar com toda a nossa vida: viver consistentemente, a própria consistência de nossas vidas! ”

E como tem sido com você? Tem sofrido preconceitos? Tem reagido como ao levar sua fé no trabalho?

Compartilhe conosco.

Posts relacionados

O GRANDE DEBATE DE RECRUTAMENTO SOCIAL

COMO CONSEGUIR VAGA NA EMPRESA DOS SONHOS

Fiquei desempregado: o que fazer enquanto não consigo um emprego

Fábio Vieira

Deixe um comentário